Sem querer me intrometer | Mariana Baptista

O que voce anda fazendo? #1

3 opinaram |
     Gente linda e legal, aqui vai mais uma ideia estranha de uma blogueira mais estranha ainda: A partir de hoje, pretendo fazer sempre que possível um resumão de tudo que ando assistindo e lendo nos últimos. E se você está pensando "Pra quê isso, Mariana?", vou te explicar.
     Eu gosto de saber a opinião das pessoas quanto as séries que acompanho, filmes que vejo e livros que leio. Afinal, o mais bacana em ser fã de algo é poder compartilhar ideias com outros fãs, não é mesmo? Então, vamos lá...

LIVROS

 


HQs

 


FILMES

 


SÉRIES

 

     E vocês? O que andam lendo e assistindo? Conhecem alguma das coisas que eu citei no post? Não esqueçam de comentar. Tô esperando as opiniões de vocês!

Sorteio: 1 ano de Cantinho Literario

3 opinaram |
     Hoje é um dia muito especial! Nosso blog parceiro O Cantinho Literário está completando um ano! E então, a Mar me convidou para participar dessa enorme festa, onde vinte e dois blogs se reuniram para comemorar. Serão 5 kits para 5 ganhadores. E todos esses kits terão um Brinde Surpresa cedido pelo blog aniversariante! 
     Venham comemorar!


     Confira as regrinhas e venha participar desta festa!

 Ter endereço de entrega em território nacional.
 Seguir os 5 blogs publicamente pelo GFC.
 Curtir a fanpage dos blogs.
 Comentar na postagem promocional no blog para validar sua participação deixando e-mail válido para contato.
 O ganhador será informado por e-mail e terá um prazo de 3 dias corridos para responder com seus dados, caso contrário, será feito um novo sorteio. 
 Não nos responsabilizamos por danos ou extravios durante o transporte/entrega. 
 Caso o livro volte por algum erro nos dados passados ou impossibilidade no ato da entrega, não será feito novo envio e o ganhador perderá o direito ao prêmio.

      Confira os kits:

Toca dos Livros - Paixão Sem Limites
Minha vida literária - Sociedade Secreta dos Meninos Gênios
Vicio em Páginas - De volta para casa
Estante das Fadas - O Céu é logo ali
O Cantinho Literário - Brinde Surpresa
a Rafflecopter giveaway


Escondido nos livros - Mimos + Marcadores
Livros & Chocolate - Só tenho olhos para você
Leitores Possessivos - A última Música
Lendo & Esmaltando - O preço de uma lição
Cachola Literária - Um ano Inesquecível
O Cantinho Literário - Brinde Surpresa
a Rafflecopter giveaway


Livros & Fuxicos - Proteja-me
Um sonho Literário - Quarto Escuro
Leitor Sagaz - As confissões de Laura Lucy
S2 Ler - Traída - House of Night
Sr James Matthew Bar - Eu compro, Sim!
O Cantinho Literário- Brinde Surpresa
a Rafflecopter giveaway


Rotina Feliz - Destrua este diário
Saleta de Leitura - Gênesis
Livros, a Janela da Imaginação - O Circo da Noite
Livros de Elite - Desculpa, quero me casar contigo
O Cantinho Literário - Brinde Surpresa
a Rafflecopter giveaway


Miss Thay - A Linhagem
Leitora Fashion - The Walking Dead - A Ascensão do governador
Sem querer me Intrometer - O Milagre
MilkShake de Palavras - Legend - Marie Lu
O Cantinho Literário - Brinde Surpresa
a Rafflecopter giveaway
"Conto com a participação de todos nesta comemoração tão simbólica para o blog! E claro, que venham muitos outros anos pela frente!" - Marcela | O Cantinho Literário

Resenha: Todo Dia | David Levithan

5 opinaram |


Título: Todo Dia
Original: Every Day
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Avaliação: ★★★★ (5/5)





Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, "A" acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, "A" precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, "A" e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

     Desde seu lançamento, só ouço críticas positivas acerca de Todo Dia. Estava extremamente curiosa para ler a obra quando a Galera Record disponibilizou alguns (poucos) exemplares para resenha e eu tive a sorte de poder requisitá-lo. E para dar início a essa resenha, tenho apenas a dizer que gostaria, realmente, de ter realizado a leitura antes. Cada frase, palavra e letra escrita por David Levithan vale a pena.

     Em Todo Dia conhecemos A., nosso protagonista sem gênero, sem face e sem vida própria. Desde que consegue se lembrar, ele vive da seguinte forma: A cada manhã, acorda preso em um novo corpo e uma nova vida, onde permanece por apenas um dia antes de hospedar-se em outra vida.
     Apesar de não ter um corpo próprio, A. tem pensamentos e personalidade únicos. Independentemente do corpo em que ele acordar, sempre pensará da mesma forma e carregará consigo todo o conhecimento adquirido em suas diversas hospedagens.

(...) Se tem uma coisa que aprendi, é isso: todos nós queremos que tudo fique bem. Nem mesmo desejamos que as coisas sejam fantásticas, maravilhosas ou extraordinárias. Satisfeitos, aceitamos o bem, porque, na maior parte do tempo, bem é o suficiente. Dia 5.994, pág. 11

     Para defender-se de todos os males psicológicos que sua situação pode lhe causar, A. criou suas próprias regras de vivência. 1) Nunca se apegar; e 2) Jamais interferir (tendo em vista que após seu dia hospedado em um corpo, o verdadeiro dono daquela vida volta a assumir o controle como se nada houvesse acontecido).

     Porém, quando o protagonista ocupa o corpo de Justin, um típico jovem bad boy, do tipo que A. está cansado de encontrar em suas hospedagens, tudo muda e as coisas saem totalmente de seu controle.
     Rhiannon, a namorada de Justin, aparenta ser uma doce e insegura menina subjugada às vontades e exigências do namorado. Logo de cara, sua personalidade desperta em A. algo que ele jamais havia provado em nenhuma de suas vidas.

     Cedendo aos encantos da garota, nosso protagonista sem gênero passa a trair todos os princípios que pregava a si mesmo. Mesmo despertando cada dia em um novo corpo, como sempre, todos os dias A. encontra uma forma de ver Rhiannon e aproxima-se cada vez mais dela.
     Mas seu sentimento pela menina compromete várias outras pessoas (donas dos corpos hospedados por A.) e desperta a dúvida do hospedeiro: Por amor, ele pode ser egoísta ao ponto de interferir em diversas vidas alheias?

     Todo Dia traz muitas reflexões sobre o quanto atitudes egocêntricas, mesmo que realizadas devido a um sentimento verdadeiro, podem trazer consequências incorrigíveis a vida de outras pessoas.

     O fato de o personagem principal não possuir gênero, raça ou religião é uma jogada de mestre de David Levithan. Com essa falta de identificação das características do personagem, todo e qualquer preconceito que o leitor possa trazer consigo fica de fora da leitura.

Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio. Dia 6.006, pág. 123

     No início, achei que a narrativa fosse se desenvolver de forma confusa, devido as constantes mudanças de ambiente e de corpos hospedados por A., porém tudo correu de forma extremamente clara.
     Com capítulos divididos em forma de dias  começando com o 5.994 e terminando no 6.034  o leitor é envolvido, cada vez mais, na forma de pensar de A. e a leitura flui de forma leve e rápida.

     Para completar a perfeição da obra, a Galera Record arrasou na diagramação da capa e das páginas e a revisão de texto está impecável, não deixando espaço para qualquer crítica negativa nesse sentido.

     Então, deixe-se convencer: Esse livro precisa ser lido por você! O final arrebatador e a trama inovadora e original irão te conquistar pouco a pouco e, ao término da leitura, você definitivamente não será o mesmo de quando começou a aventurar-se na belíssima criação de Levithan.